28/04/2015

Quando a crise vira oportunidade

Fonte: O Estado de S. Paulo

Em situações em que alguns profissionais só veem crise, outros enxergam oportunidades. Mesmo com a desaceleração econômica e a queda de investimentos no País, há setores que ganham força. Estão em alta campos como gestão de riscos, recuperações judiciais de empresas e controle tributário e, para alavancar a carreira na fase de revés, cresce a busca por pós-graduações relacionadas a esses assuntos.
A advogada Rosely Cruz, de 39 anos, já trabalha na área de recuperação de empresas e falências, mas quis aprofundar seus conhecimentos em sala de aula. “Busquei um curso que realmente tivesse enfoque mais prático e bom corpo docente”, conta ela, que faz pós-graduação sobre o assunto desde 2014 na Fadisp, faculdade especializada em Direito.
Para professores e alunos, a percepção é de que o atual cenário elevou as demandas judiciais, tanto de credores quanto de empresas em recuperação ou falência. “Com a crise, a variedade de exemplos práticos levados para aula também fica maior”, afirma Daniel Costa, coordenador do curso.
Antes mais procurada por advogados, a pós hoje tem público bem diverso. “Atrai também administradores, economistas e contadores”, lista Costa. O incremento da rede de contatos é outra vantagem de fazer o curso enquanto o mercado está em baixa. A diversidade de colegas pode ajudar na conquista de um novo emprego ou até mesmo a mudar de área.
Tributaristas também são bem procurados em tempos difíceis. A pós é uma saída para discutir alternativas enquanto o governo federal eleva impostos. Esse foi um dos interesses de Felipe Andrade, de 31 anos, ao procurar um Master Business in Administration (MBA) de Gestão Tributária. “Na empresa, sempre buscam aqueles que otimizam despesas, reduzem ineficiências e evitam riscos.” Coordenador da área de impostos de uma grande companhia de cosméticos, ele terminou a pós em setembro.
O que mais atraiu Andrade para fazer o curso, ofertado pela Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), foi o conteúdo multidisciplinar. “Além da parte jurídica, que é minha formação original, aparecem questões financeiras, fiscais, econômicas.”
PROFISSIONAIS COMPLETOS
Para Ana Cláudia Utumi, professora do MBA, o mercado tem exigido profissionais mais completos. “Nesse momento, é ainda mais essencial calcular na ponta do lápis cada centavo desembolsado.” O quadro econômico leva ainda as empresas a olharem mais para o exterior. “Os alunos estão cada vez mais interessados em entender a tributação internacional.”
Outra competência em alta é a de vigiar o cumprimento de regras e evitar desvios dentro das companhias. “Em tempos de vacas gordas, a fraude consome a gordura. Em fases magras vai até o osso”, afirma Renato Santos, coordenador do MBA de Gestão de Riscos e Compliance da Trevisan Escola de Negócios.
Gustavo Melchiori, de 30 anos, analisou o mercado antes de escolher esse MBA. “De dois anos para cá, senti que houve aumento de demanda na área”, relata ele, que atua em auditorias no agronegócio.
Quando a crise vira oportunidade
O auditor Gustavo Melchiori analisou o mercado antes de escolher MBA em Gestão de Riscos
Como a área é nova no País, conta Melchiori, as aulas servem para discutir o alcance da gestão de riscos e como estruturar isso nas empresas. Escândalos recentes, como o de corrupção na Petrobrás, servem de exemplos em classe.
Também há um laboratório para discutir questões do setor, aberto para alunos e empresas. Como há carência de profissionais do ramo, esse contato é quase como uma entrevista de emprego. “Muitos profissionais do mercado estão lá para fazer uma pré-seleção”, afirma Santos. Na turma, cerca de um terço ainda não atua em gestão de riscos.
GESTÃO DE PESSOAL GANHA IMPORTÂNCIA
A crise aumenta as demandas também na área de gestão de funcionários. Situações de cortes na equipe, por exemplo, tornam o trabalho mais difícil. Cursos como o MBA de Gestão de Pessoas, da Anhanguera, discutem essa questão, dos pontos de vista administrativo e psicológico. “Se não investir nas pessoas, a empresa continuará com problemas”, afirma a aluna Cyntia Rodrigues, de 35 anos. Já no workshop Mediação de Conflito em Gestão de Carreira, da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), a ideia é melhorar o diálogo para negociar soluções em meio a dificuldades.

 

Link para matéria original: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,quando-a-crise-vira-oportunidade,1677067

  • São Paulo
  • +55 11 4304-9760

    Av. Brig. Faria Lima, 1461
    Torre Sul - 8º andar
    São Paulo - SP

    contato@neolaw.net.br

  • Rio de Janeiro
  • +55 21 98822-8887

    Rua da Assembleia, 10
    sala 1715, Centro.
    20011-901
    Rio de Janeiro - RJ

    contato@neolaw.net.br

  • Curitiba
  • +55 41 99750-4946

    Tv. General Francisco
    Lima e Silva, 123
    80520-040
    Curitiba - PR

    contato@neolaw.net.br

  • Porto Alegre
  • +55 51 3328-6163

    R. Padre Chagas, 66
    Conj. 602
    90570-080
    Porto Alegre - RS

    contato@neolaw.net.br